julho 17, 2009

12 de Junho (letra de música)


As canções de amor só querem dizer
muitas vezes o que eu não falo
se me sento a escutar você falar
ouça um tanto do que eu calo
sei falar dos problemas que não são meus
da bagunça da nossa sala
mas eu trago um silêncio maior que eu
o que eu sinto é o que me cala
amor que suprime a fala

eu quero gritar, expressar, explicar
muito mais apostar...
que a gente vai dar certo,
a gente já deu certo,
a gente está tão perto,
cada vez mais perto,
cada vez mais

eu pensei que amar fosse avançar demais
muito além do que eu poderia
aprendi com você o amor que estava em mim
e a dizer o que eu não dizia
as canções têm palavras que nunca usei
é por amar e calar que eu canto
e se não for pra cantar um dia sim direi
e se for pra sentir um tanto
e se for por amar muito

muitas vezes deixei dentro do violão
encolher o meu sentimento
hoje eu quero dizer eu amo você
deixar solto aos quatro ventos
o que antes morria dentro

Para Danielle, minha esposa.

Ricardo Fabião (Junho, 2005)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direitos reservados